domingo, 23 de agosto de 2009

Dor de cabeça no Metrô

Tinha eu colocado R$ 10,00 no meu cartão pré-pago do metrô, totalizando R$ 11,20 na sexta-feira. Com esse cartão usei R$ 2,80 pra ir e R$ 2,80 pra voltar; sobraria ainda R$ 5,60 que daria para mais duas passagens. Para a minha inconveniência, estava eu com pressa pra chegar em certo fundue no Flamengo, quando o cartão acusou “saldo insuficiente”!!! Como assim???

Fui reclamar com o responsável na hora e ele confirmou minha recarga do dia anterior, só que na hora de consultar o histórico de movimentação, o computador não reconheceu o número e simplesmente mostrava na janela: “número inexistente”.

O procedimento agora é ligar para o SAC e explicar a situação, tendo ele garantido que o valor será restituído. Só que o problema nem é esse, o problema é o desserviço prestado, a sensação de que pode acontecer de novo. Eu quero mais do que o meu dinheiro de volta, eu quero garantias de um bom serviço.

Últimas Eles me responderam por email que eu teria colocado a recarga na quinta-feira e que teria feito uso das quatro passagens. Decorridos alguns dias, eu já não conseguia ter certeza do dia que eu havia feito a recarga. Bom, se eles disseram que foi quinta-feira, eu pedi os horários das utilizações pra confirmar. Eles mandaram? Não.

Um comentário:

1984 disse...

Oi! A Super Interessante tem uma matéria interessante sobre como as pessoas estão se utilizando de aparelhos eletrônicos para roubar os créditos de cartões de ônibus. Através de uma emissão magnética, parecida com a dos leitores dos ônibus, eles se aproximam das vítimas e furtam os dados e créditos sem q ninguém perceba.