quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Zibia Gasparetto e Amora

Foi preciso só alguns livros para eu perceber que não gostava da Zibia Gasparetto. Apesar de achar interessante a ideia de divulgar os valores do espiritismo, os seus romances são repetitivos e entediantes. Eu acharia muito melhor pegar os conceitos e realmente transformar em algo literário, mais poético e sem ladainhas.

Hoje eu procuro outros autores, geralmente estrangeiros que vão direto ao assunto, e quando não, brasileiros mesmo, só que voltados mais para a divulgação de pesquisas desenvolvidas por grupos de estudo. Eu já mencionei aqui o Brian Weiss e tem um outro livro aqui em casa, “A passagem” do norte-americano Ricky Medeiros, e que me adicionou muito ao dar um enfoque diferente na forma como explora a história.

O próximo livro que quero comprar sobre o assunto é o da Sarah Hinze – “A Vida Antes da Vida” baseado em pesquisas. Quem sabe eu encontro na Bienal?
.................................

É com muito prazer que anuncio ser agora madrinha da Amora! Abrace você também esta ideia!

4 comentários:

1984 disse...

Outro dia li uma matéria sobre o Ricky Medeiros. Parece que ele é assessor do Sílvio Santos e escreve por hobby.

http://veja.abril.com.br/081100/p_166.html

Cla452 disse...

Mó debochada a reportagem =PP

MisterJaPa disse...

fechado, só espero que não caiam no mesmo dia, que nem o último... >.<

Nossa, nem percebi que faltava uma perna nele... Mas deve ser por causa do ponto de vista o.O

Cla452 disse...

http://www.telehistoria.com.br/thnews/colunas_integra.asp?id=4875