sábado, 18 de abril de 2015

Amor

Tudo tem seu tempo certo. Já consigo esperar confiando de que a resposta virá. E espero buscando, antenada com o meu redor. O nosso redor. É uma calma que os anos e os estudos trouxeram. Tem quem já saiba do que aprendi sem nada ter lido – são maiores do que eu, já sabem no seu Eu. São poéticos, são grandes. Eu? Engatinho. Sou pequena por dentro e por fora ainda. Já tenho uma certa clareza para os obstáculos...o muro é um pouco alto e pulo para entrever o que está por vir. Não tenho pressa, vivo o presente que me foi dado com amor por Ti. Sinto falta, é verdade, de me abrir para sua presença. E aí me dou conta que você me abraça, e está em todo lugar.
.
.
“A primeira grande dificuldade que enfrentamos é saber com clareza e precisão o que buscamos. Só quem sabe o que procura pode encontrar. Na formulação da pergunta, explicitamos para nós mesmos o que estamos buscando. A pergunta incorretamente formulada revela uma imperfeita compreensão do que procuramos saber, o que, por si só, já dificulta ou mesmo impossibilita que o reconheçamos. Mas o que é uma pergunta correta? Ela se caracteriza por sua intenção e por sua forma. A intenção correta consiste na adequação ao propósito e finalidade do próprio oráculo, ou seja, auxiliar o homem na busca da verdade, na busca de si mesmo, já que é em si que ele há de encontrá-la. A consulta oracular, no sentido exato da expressão, não é outra coisa senão a busca do que é, na transcendência do que parece ser. A pergunta que busca o que é, que procura o real para além do aparente, possui a reta intenção. Ora, o eu, a personalidade consciente de si enquanto individualidade isolada, é em nós apenas uma aparência transitória. Tudo, portanto, o que diz respeito aos propósitos, interesses, ambições ou anseios do eu, não passa de fugaz ilusão, não é senão o que deve ser superado”. (p. 14) – Prefácio do I Ching   
.
.
Karma-yogi: palavra que pulou em mim duas vezes essa semana, em contextos diferentes. Quem não ama quando o Universo conversa com a gente? xD
.
.
Essência do Gita: lindo, lindo. 

Um comentário:

MisterJaPa disse...

É bem legal mesmo quando o Universo conversa com a gente. ^^